fbpx

Frustrado por não conseguir manter a boa forma durante as férias? Frustrado por não conseguir atingir os resultados que tanto deseja? Frustrado por não estar a treinar o número de vezes que gostaria? Frustrado porque não está a conseguir colocar o plano alimentar recomendado em prática?

Comece por respirar fundo e agradeça pelo facto de poder SENTIR frustração, ou qualquer outro sentimento. Na verdade, os sentimentos servem a mente tal como a febre serve o corpo, como sinal de alerta ou aviso de que há algo fora do normal.

Ainda que os sentimentos surjam de forma espontânea, estes têm origem nos seus pensamentos. É por isso muito útil racionalizá-los para que os possa compreender mais a fundo e reagir da melhor forma aos mesmos isto é, de “de cabeça fria“.

No caso, a frustração é um sentimento que lhe surge por pensar que algo que aconteceu não correspondeu às expetativas que tinha para essa mesma situação. Por exemplo: “queria ser consistente nos meus treinos e mais uma vez não consegui porque esta semana só fui treinar uma vez em vez de três“.

Quando a frustração (febre) lhe aparece existem duas hipóteses: ou se deixa levar por ela, e entrando num processo de loop, cria mais pensamentos que vão reforçar essa frustração, que se vai tornando cada vez maior, e que em última instância pode conduzir a outros comportamentos não desejados, numa atitude de “perdido por cem, perdido por mil“; ou pára e tenta compreender qual a origem do problema no sentido de arranjar, o mais rapidamente possível, uma solução.

Acerca da frustração só existem dois caminhos possíveis para a resolver/eliminar: ou altera as expetativas (desejos ou objetivos) ou muda a estratégia para lá chegar.

Para ser mais fácil perceber, e pegando num dos exemplos acima, ou decide conscientemente que nas férias não vai estar preocupado em treinar de forma regular, ou decide que vai tentar fazer apenas 2 treinos (altera a expetativa), ou, ainda, planeia uma solução diferente para conseguir cumprir com o plano original (ex.: acordar 15 a 30 minutos mais cedo para fazer um pequeno treino antes de iniciar o dia).

Se optar por tentar uma estratégia diferente, mas com a mesma expetativa (objetivo), lembre-se sempre que em qualquer altura é livre de voltar a alterar o plano ou mesmo o objetivo. Não tem que acreditar que está destinado a sentir-se frustrado em relação aos seus objetivos.

Partilhe connosco momentos em que por ter feito diferente conseguiu atingir os seus objetivos.

As práticas de uns são a inspiração de muitos outros!

Pedro Figueiredo – PT & Coach

917 027 480

R. Antero de Quental 60

2675-690 Odivelas

Personal 20 Odivelas - R. Antero de Quental 60, 2675-690 Odivelas

Pin It on Pinterest

Share This